Skip to content

/ Sinopse

Espetáculo de Teatro/Comédia física, apresentado como se fosse cinema mudo, com acompanhamento de piano ao vivo. O projeto resulta da improvisação sobre encontros aleatórios entre personagens e situações de Contos de fadas, Cinema Mudo e Commedia dell´Arte dando origem a uma estrutura que é apresentada sob a forma de teatro e cinema mudo simultaneamente. Irão ser incluídas personagens de cada um dos três universos como as princesas, príncipes, lobo mau, bruxa, por exemplo em Cinderela, Capuchinho Vermelho, Bela Adormecida, Branca de Neve; referências a filmes e situações em Chaplin, Buster Keaton, Irmãos Marx, James Thiérrée, Mr. Bean, entre outros; personagens da Commedia dell´Arte como os Velhos, Capitão, Criados, Apaixonados, relações entre si e com personalidades atuais. A fisicalidade diretamente relacionada com o perfil psicológico das personagens, o tipo de linguagem , temas e técnicas usados, bem como o acompanhamento do piano e a estética de um filme mudo, trazem-nos o fio condutor do espetáculo que atravessa os universos propostos, como se de uma só estória se tratasse.

/ Ficha Técnica e Artística

Criação e Encenação: Mariana Portugal Dias
Apoio à Encenação: Andrew Crupi e John Mowat
Intérpretes: Pedro Vicente e Mariana Portugal Dias
Som/Piano: Miguel Tapadas
Produção: Manuela Morais
Desenho de Luz, Figurinos e Cenário: Mariana Portugal Dias
Design Gráfico/ Website/ Redes Sociais: Bombazine
Registo/Edição Audiovisual: Bombazine

/ Biografia dos Artistas

/ Mariana Portugal Dias

Criação. Direção Artística/Encenação. Atriz.

Nasce e vive em Lisboa.
Mestrado em Artes Performativas (ESTC–IPL,2011-´13). Especialização
Commedia dell´Arte na “Scuola Internazionale dell´Attore Comico” (Itália, 2013). Licenciatura em Ciências da Comunicação e da Cultura, especialização em Audiovisuais e Multimédia (ULHT, 2006). Formação complementar em Dança,Teatro e Artes Performativas (C.E.M., DanceFactory, Forum Dança, SOU – Movimento e Arte, entre outras). Estágio académico na Companhia Chapitô, Macbeth, enc. John Mowat (2012) e Shifting Sands Theatre Company, enc. Gerry Flanagan(2013): atriz em The Seagul – uso de clown em Tchekov – atriz em The secret agents, e assistente em BoxedIn, apoio à enc. – John Mowat e Mick Barnfather (Inglaterra). Estágio profissional na ArscomicA, enc. Antonio Fava (Itália, 2014) onde co-funda a companhia Comincontinenti. Na Austrália, onde vive entre 2014 e 2017, funda a sua própria companhia Mari & CrupiTheatre Company com Andrew Crupi onde pesquisa, co-cria e circula espetáculos originais baseados em Commedia dell´Arte e Teatro/Comédia Física e é convidada a dar formação a estudantes de teatro (programa curricular inglês do 7º ao 12º anos), e atores e performers.

2021-2022 Apoio República Portuguesa/Ministério da Cultura – “Era uma vez… Contos de Fadas – Cinema Mudo – Commedia dell´Arte”;
2017-2018 Apoio Fundação GDA – “Um espetáculo de Commedia dell´Arte”;
2011-2013 Apoio online NY Physical Comedy Lab – Pesquisa  Comédia Física no Cinema Mudo;
2013 Bolsa Erasmus Mobilidade Estágio Curricular – E.S.T.C. Shifting Sands Theatre Company, Inglaterra;
2014 Registo/Documentação: “Comédia Física – O Ator Playful”– projeto final de Mestrado Artes Performativas, E.S.T.C.;
2014 Bolsa Estágio Profissional – E.S.T.C., ArscomicA – Commedia by Fava/Co-fundação companhia Comicincontinenti, Itália

/ Pedro Vicente

Ator

Ator de São Paulo, residente em Lisboa desde 2017. Formado pelo “EIT”, “INDAC – Escola de Atores” e “Academia Internacional de Cinema” – São Paulo, Brasil. Frequentou cursos de Dança Contemporânea, Butoh, Suzuki,Viewpoints, Performance, Parkour, Commedia dell´Arte, Clown e Técnicas de Circo, Comicidade e Teatro Físico a partir do método Lecoq, entre Brasil e Portugal, com professores como Soledad Yunge, Suzana Aragão, Andreas Simma (Théâtre du Soleil), Luah Guimarães, Fabiano Lodi, Joana Pupo, John Mowat, entre outros.
Trabalhou como assistente de direção e produtor, com nomes do teatro brasileiro como Kiko Marques, Elias Andreato, Michel Melamed, Georgina Castro, Ana Lúcia Torre, Inês Arranha e outros. Em Portugal, desde 2017, aprofundou os estudos sobre Comicidade e Teatro Físico a partir do método Lecoq. É co-fundador, ator e produtor na Cia Dona Persona, cujo espetáculo “A Galinha Nanduca – uma aventura em Portugal”, foi apresentado em festivais como Festa do Avante e Fair Saturday. Integrou como ator/bailarino a equipa do Chapitô em diversos projetos e também o elenco do espetáculo “Yo Escribo, Vós Dibujás”, do argentino Federico León (T.B.A.)

/ Apoios